• Macson Alves

Programa criança feliz será destaque nacional em documentário do Ministério da Cidadania


Crianças e gestantes que são acompanhadas por meio do Programa Criança Feliz, da Secretaria de Assistência Social de Porto Walter foram personagens de um documentário gravado entre os dias 14 e 16 de janeiro pela equipe da Secretaria Especial do Desenvolvimento Social, do Ministério da Cidadania com o apoio do Projeto do Fundo Conjunto para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, da Organizações das Nações Unidas (ONU).


No Estado do Acre, apenas Porto Walter foi escolhido como município destaque, e no Brasil apenas 10 municípios estão fazendo parte das filmagens. Para gravar trechos do documentário, retratando a narrativa do programa Criança Feliz e das ações realizadas no município, vieram ao Acre os diretores de filmagens Di Florentino e Vino Carvalho. Segundo eles, o primeiro lançamento será realizado em março deste ano pelo Ministério da Cidadania.


Documentário irá retratar as ações realizadas com crianças e gestantes.


“O documentário será apresentado em todo o mundo por meio da ONU com tradução para vários idiomas. No Brasil, o Ministério da Cidadania e as agências do Fundo Conjunto projetam o lançamento para março desse ano”, informou Di.


Os documentaristas, fizeram uma visita a Aldeia Shawanambá, onde residem gestantes e crianças acompanhadas pelo programa. Também visitaram residências e propriedades compondo parte do roteiro de gravações para conhecerem a realidade e o contexto em que as atividades são desenvolvidas.


O Prefeito César Andrade, comemora os resultados alcançados com as visitas e acompanhamentos domiciliares pelo programa.


É uma enorme satisfação saber que nosso município será destaque em um documentário nacional. Tudo fruto de um trabalho feito com dedicação e preocupação em assegurar os direitos e o acompanhamento necessário das grávidas e das crianças na primeira infância. É um grande marco a ser comemorado”, enfatiza o gestor.



O município conta atualmente com 100 pessoas, entre gestantes e crianças acompanhadas regularmente em visitas domiciliares por três visitadoras, conforme detalha a Secretária de Assistência Social, Thaís Barbary e a Supervisora do programa, Maiany Cameli, entrevistada pela equipe.


“O programa se desenvolve por meio de visitas domiciliares que buscam envolver ações intersetoriais com as políticas de Assistência Social, Educação, Saúde, Cultura e Direitos Humanos”, observam as gestoras.


Durante as gravações, a equipe foi acompanhada pela supervisora do Programa Criança Feliz Maiany Cameli, pela vereadora Cleide Silva e pelas visitadoras Bruna, Daise e Karina.

Assessoria de Comunicação.

Matéria escrita por Macson Alves.

0 comentário