top of page
  • Foto do escritorMacson Alves

Prefeitura e ALEAC debatem acesso terrestre de Porto Walter em audiência pública

A Prefeitura de Porto Walter e a Assembleia Legislativa do Acre (ALEAC), realizaram na manhã deste sábado (24), a audiência pública para debater o embargo da estrada, conhecida como Ramal Barbary, que liga o município com o restante do Acre, por Rodrigues Alves e Cruzeiro do Sul. O encontro ocorreu no Centro Cultural Zeinar Bezerra, e contou com a presença de autoridades municipais, estaduais e federais além dos povos indígenas da Terra Indígena Jaminawa do Igarapé Preto.


No seu discurso, o Prefeito César Andrade destacou a importância do acesso e da audiência. “Com base nas pesquisas realizadas pelo DERACRE e pelo IMAC, vamos buscar uma solução e convidar os órgãos de fiscalização e controle da União para uma discussão e possível anuência. Nós, o poder público, e os povos indígenas queremos o acesso. Estamos dispostos a minimizar e reparar os danos para garantir a tão sonhada interligação”, destacou.


O Presidente do Instituto de Meio Ambiente do Acre (IMAC), André Hassem expôs as vias alternativas. “O IMAC já possui o traçado alternativo. Devemos mitigar os impactos, porque os povos indígenas reconhecem a necessidade e permitem o acesso”, disse.

O Deputado Federal Zezinho Barbary, disse que a estrada é um sonho antigo.


“Precisamos dessa interligação é uma necessidade. Claro que ela deve acontecer com todo o cuidado necessário, respeitando todas as leis ambientais. Estamos aqui hoje para debater esse tema, para ouvir quem é contra ou a favor. Os indígenas já demonstram que querem que isso aconteça e o nosso governador Gladson Cameli também”, enfatizou.


O Presidente da Assembleia Legislativa do Acre, Luiz Gonzaga defendeu a participação de todos os órgãos e entidades, garantindo o apoio da ALEAC e do Governo do Acre.

O cacique-geral do povo Jaminawa, José Soares, disse que os indígenas não são contra o acesso. “A gente quer que o desenvolvimento chegue, a gente vive a dura realidade de não ter água tratada, posto de saúde, escola, e isso será possível se a estrada sair”, comentou.


O encontro reuniu cerca de 200 pessoas entre representantes de órgãos, entidades, povos indígenas, sociedade civil e contou com a participação do Deputado Federal Zezinho Barbary, do Presidente da Câmara Robson Rodrigues, do Presidente da ALEAC, Luiz Gonzaga, do 1º Secretário, Nicolau Júnior, dos Deputados Chico Viga e Edvaldo Magalhães, do Presidente do IMAC, André Hassem, da Chefe de Meio Ambiente do DERACRE, Leide Silva.


Assessoria de Comunicação. Prefeitura de Porto Walter: “Trabalho, um compromisso de todos”.

Comentarios


bottom of page